Anúncios Google

Anúncio Google2

Seguidores

domingo, 26 de agosto de 2012

Brasil: A moradia dos Ipês


No Brasil são encontradas dezenas de espécies de ipês, mas três são bastante conhecidas, principalmente por serem usadas na arborização de ruas, praças e jardins. São o ipê-roxo ou ipê-rosa, Tabebuia avellanedae, ipê-amarelo ou ipê-do-morro, Tabebuia chrysotricha, e o ipê-branco ou ipê-do-cerrado, Tabebuia roseo-alba.

Ipê-roxo 
O ipê-roxo é uma árvore de 20 a 35 metros de altura, de copa arredondada e flores rosadas, que se destacam pela inexistência de folhagem nos meses de junho e agosto.
Esta espécie é encontrada do Maranhão até o Rio Grande do Sul.
A madeira do ipê-roxo é dura, pesada e difícel de serrar.
É usada par fazer postes, pontes, tacos e tábuas para assoalho, tacos de bilhar, bengalas, etc.
A árvore em florescimento é um belo espetáculo da Natureza.
É ótima para plantio junto a outras espécies, em áreas degradadas, de preservação permanente.

Ipê-branco
Essa espécie mede de 7 a 16 metros e possui copa alongada.
Sua ocorrência vai do norte do estado de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Góias.
A florada branca aparece de agosto a outubro com a planta totalmente despida da folhagem.
A madeira, moderadamente pesada, macia, de superfície lustrosa, é de ótima durabilidade em ambientes internos, por isso é empregada na construção civil, principalmente para acabamentos internos.
A árvore é usada na arborização de ruas e avenidas.
Em função de sua adaptação em terrenos secos e pedregosos, essa espécie é muito útil para reflorestamentos nesse tipo de ambiente, com objetivo de recompor a vegetação arbórea.

Ipê-amarelo 
O ipê-amarelo mede de 4 a 10 metros e tem uma copa globosa e densa.
Ele ocorre do Espírito Santo até Santa Catarina.
Floresce durante os meses de agosto a setembro. O destaque das flores amarelas é intensificado pela ausência das folhas.
A madeira, moderadamente pesada, resistente e difícel de serrar é própria para tábuas de cercas, postes, rodapés, molduras, etc.
A espécie de ipê-amarelo é a mais culitivada em praças e ruas de nossas cidades.
Seu pequeno porte favorece sua utilização na arborização de ruas estreitas sob redes eslétricas.
Fonte: Revista- Amigos da Natureza- Outubro/2004 n° 38 ano 3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, Obrigado pela sua visita...
Deixe seu recado, sua opinião é muito importante!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...